Comunidade Católica de Língua Portuguesa_Mainz

Portugiesisch Sprechende Katholische Gemeinde_Mainz


Deixe um comentário

Agenda

27.01.13 Domingo III do Tempo Comum (Ano C)Missa: 09.30h (Nierstein)
28.01.13

São Tomás de Aquino (Memória) (Mc 3, 22-30)

17.00h: Catequese de Infância_Nierstein (2.º Ano)

29.01.13

Terça-feira III Tempo Comum (Mc 3, 31-35)

17.30h: Catequese de Infância_Nierstein (1.º e 4.º Anos)

30.01.13

Quarta-feira III Tempo Comum (Mc 4, 1-20)

17.00h: Catequese de Infância_Nierstein (3.º e 5.º Anos)

18.30h: Encontro responsáveis das Paróquias da Cidade (St. Ignaz)

31.01.13

São João Bosco (Memória) (Mc 4, 21-25)

01.02.13

Sexta-feira III Tempo Comum (Mc 4, 26-34)

02.02.13

Apresentação do Senhor (Solenidade) (Mc 3, 20-21)

13.00h: Abertura do Bar pelo Conselho Paroquial (Festa de Carnaval)

15.00h: Reunião de Acólitos (Edif. da Comunidade)

16.00h: Catequese de Infância (1º e 4.º Anos)

16.00h: Encontro de Adolescentes (Edif. da Comunidade)

17.00h: Ensaio do Rancho Infantil

17.15h: Ensaio do Coro

18.30h: Ensaio do Rancho dos Adultos

03.02.13 Domingo IV do Tempo Comum (Ano C)

Missa: 10.00h (Antonius-Kapelle)

(4.º Ano de Catequese: Festa da Entrega da Sagrada Escritura)

11.15h: Catequese de Infância_Mainz (2º, 3º, 5º e 6º Anos)

Domingo IV_TC | ano C: leituras

Leitura I: Jer 1, 4-5.17-19 | Salmo: 70 (71)

Leitura II: 1Cor 12, 31 – 13,13 | Evangelho: Lc 4, 21-30


Deixe um comentário

Novo alento porque Deus vale a pena!

Exige-se imaginação, competências na área da interação e trabalho em equipa, capacidade de lidar com o inesperado e disponibilidade para abraçar novos desafios. Este podia ser o início de um qualquer classificado, num qualquer jornal em que uma qualquer empresa oferece emprego… Mas podia ser também, a meu ver, o mote de qualquer comunidade católica, que ser quer renovar, que quer deixar a letargia e que quer enfrentar o mundo com confiança. Falava aqui há dias com um colega Padre de língua alemã. A conversa foi naturalmente dar às dificuldades que sentimos hoje, como Padres, ao serviço do Povo de Deus. Em Portugal (ou em qualquer país de língua portuguesa – pelo menos do que eu conheço) bem como na Alemanha os problemas são semelhantes:                                                             

1. Como anunciar uma Mensagem que vale a pena (Evangelho) de forma renovada para que as pessoas dos nossos dias voltem a valorizar o acontecimento de Jesus Cristo?                                                                                                                                      

2. Como preparar as comunidades para que os Cristãos que já lá estão ganhem novo ânimo e vontade de sair para a rua e anunciar as suas convicções?                                                                                                                                                                                  

3. Como aprofundar, em comunidade, a alegria que é ver chegar gente nova, gente que se junta a nós, sem estar sempre a pensar porque é que antes não vinham?                                                                                                                                                        

Não precisamos de receitas novas, o que precisamos é de ter sangue na guelra e não nos deixarmos vencer pela monotonia do cansaço. O colega de que vos falei, dizia admirar os cristãos que em Espanha e França se manifestaram contra os repectivos governos por causa de políticas injustas ou moralmente erradas. Chega de lamentos! É hora de também nós nos unirmos, criticarmos o que está mal na nossa comunidade, prepará-la para o futuro. Porque Deus vale a pena!

 P.e Rui Barnabé


Deixe um comentário

Agenda

20.01.13

Domingo II do Tempo Comum (Ano C)Missa: 10.00h (Antonius-Kapelle)09.30h: Formação de Catequistas (Groß-Umstad)

21.01.13

Segunda-feira II Tempo Comum (Mc 2, 18-22)

17.00h: Catequese de Infância_Nierstein (2.º Ano)

22.01.13

Terça-feira IITempo Comum (Mc 2, 23-28)

17.30h: Catequese de Infância_Nierstein (1.º e 4.º Anos)

23.01.13

Quarta-feira II Tempo Comum (Mc 3, 1-6)

17.00h: Catequese de Infância_Nierstein (3.º e 5.º Anos)

24.01.13

São Francisco de Sales (Memória) (Mc 3, 7-12)

18.30h: Reunião do Conselho Paroquial (Edif. da Comunidade)

25.01.13

Conversão de São Paulo (Festa) (Mc 16, 15-18)

17.30h: Reunião de Catequistas (Edif. da Comunidade)

26.01.13

São Tito e São Timóteo (Memória) (Mc 3, 20-21)

16.00h: Catequese de Infância (1º e 4.º Anos)

16.00h: Reunião de Pais da Catequese do 4.º Ano

17.00h: Ensaio do Rancho Infantil

17.15h: Ensaio do Coro

18.30h: Ensaio do Rancho dos Adultos

27.01.13 Domingo III do Tempo Comum (Ano C)Missa: 09.30h (Nierstein)11.15h: Catequese de Infância_Mainz [a confirmar com a Catequista]

domingo III_TC | ano C: leituras

Leitura I: 1Ne 8, 2-4a.5-6.8-10 | Salmo: 18B (19)

Leitura II: 1Cor 12, 12-31a | Evangelho: Lc 1, 1-4; 4, 14-21


Deixe um comentário

O meu Bem, ou o Bem de todos?

No final da semana passada, passou, integralmente, ou apenas através de uma selecção de imagens e de partes a esperada entrevista que o Ciclista Lance Armstrong concedeu à apresentadora Oprah Winfrey. No passado, o atleta ganhou sete vezes o “Tour de France”, facto extraordinário, que chamou a atenção dos Media, mas também da Comissão Anti-Doping. Feitas as análises, ficou provado: Armstrong tinha tomado substâncias proibidas. Depois de muita polémica, algum tempo sem poder competir e de vários processos judiciais, o norte americano veio agora admitir que sim: dopou-se! Porquê? Sou uma pessoa ambiciosa – respondeu. A sede de ganhar e de ser reconhecido e o sistema que me envolvia queria que assim fosse – deixa-se adivinhar…

Dou comigo a pensar: que Mundo este, em que ganhar é tudo e em que se pressiona alguém para ser reconhecido por algo que não passa de uma mentira. Ou, que Cultura esta, em que a ambição pessoal não reconhece as fronteiras da verdade, do trabalho honesto, da retidão, e dos princípios morais: desde que eu seja o primeiro, tudo vale…

Parece que estamos a esquecer a Civilização e o Humanismo, que entramos numa guerra silenciosa ou silenciada em que os fins justificam sempre os meios. Estará a nossa Época condenada a dar razão a Thomas Hobbes, que dizia que o Homem é o lobo do Homem?… até quando é que a Humanidade vai achar que isto traz felicidade?

São Paulo escreve-nos esta semana que as diversas capacidades que cada um de nós possui, não têm outro objetivo, senão contribuir para o Bem Comum, para o Bem de Todos. Se achamos que a sociedade atual não funciona em perfeitas condições, não estará na altura de experimentar o caminho que o Apóstolo nos propõe?

P.e Rui Barnabé


1 Comentário

Agenda

13.01.13

Domingo do Batismo do Senhor (Festa)
Missa: 10.00h (Antonius-Kapelle); 18.00h (Nierstein)

17.00h: Encontro Especial em Nierstein

11.15h: Catequese de Infância_Mainz (2º, 3º, 5º e 6º Anos)

14.01.13

Segunda-feira I Tempo Comum (Mc 1, 14-20)

17.00h: Catequese de Infância_Nierstein (2.º Ano)

15.01.13

Terça-feira I Tempo Comum (Mc 1, 21-28)

17.30h: Catequese de Infância_Nierstein (1.º e 4.º Anos)

16.01.13

Quarta-feira I Tempo Comum (Mc 1, 29-39)

17.00h: Catequese de Infância_Nierstein (3.º e 5.º Anos)

17.01.13

Santo Antão (Memória) (Mc 1, 40-45)

18.30h: Conselho Paroquial: Reunião (Edif. da Comunidade)

18.01.13

Sexta-feira I Tempo Comum (Mc 2, 1-12)

19.01.13

Sábado I Tempo Comum (Mc 2, 13-17)

15.30h: Grupo de Adolescentes: Encontro (Edif. da Comunidade)

17.00h: Ensaio do Rancho Infantil

17.15h: Ensaio do Coro

18.30h: Ensaio do Rancho dos Adultos

20.01.13

Domingo II do Tempo Comum (Ano C)

Missa: 10.00h (Antonius-Kapelle); 18.00h (Nierstein)

11.15h: Catequese de Infância_Mainz (2º, 3º, 5º e 6º Anos)

domingo II_TC | ano C: leituras

Leitura I: Is 62, 1-5 | Salmo: 95 (96)

Leitura II: 1Cor 12, 4-11 | Evangelho: Jo 2, 1-11


Deixe um comentário

O Seu Batismo o nosso batismo

Para esta semana, a liturgia reserva-nos a celebração do Batismo do Senhor. Depois de termos celebrado o Mistério do Natal, “saltamos” cerca de 30 anos na vida de Cristo, dos quais, aliás, á excepção das informações que o autor do Evangelho segundo São Lucas nos dá nos primeiros dois capítulos desse Livro, pouco sabemos.
Encontramos Cristo a ser Batizado, no meio de tantos outros, por João Batista, no Rio Jordão. Como o próprio texto nos diz, o Batismo de Jesus não era igual ao das outras pessoas: Ele não precisava de ser purificado dos Pecados… também não é exactamente igual ao nosso, mas tem alguns pontos de contacto.
No momento em que Cristo foi batizado, conta-nos a história, que o próprio Pai, através de uma teofania (revelação divina de caráter miraculoso) revelou quem Ele era. Aqui está o ponto de contacto que procurávamos. Pelo Batismo actual, acontecem-nos duas coisas fundamentais: somos religados a Deus (dizem os textos da Igreja que isto se pode comparar a uma enxertia, pela qual nós ficamos ligados a Cristo); e somos integrados na Igreja ( que, segundo a Sagrada Escritura e a Tradição da Igreja pode ser definida a partir de duas categorias base: Povo de Deus e o Corpo de Cristo).
Podemos pois dizer que o nosso Batismo revela também quem nós somos: Filhos de Deus e membros do seu Povo, que se manifesta na Igreja de que fazemos parte. A questão que se coloca é facil de prever: será que aquilo que somos se manifesta naquilo que fazemos? De que forma é que o nosso comportamento normal mostra que somos filhos de Deus? Como é que nos posicionamos na Comunidade? Como membros de um Povo que caminha em direção a Deus.

P.e Rui Barnabé